vida eternavida eterna

 Vida eterna.   

   As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem; eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão.

João 10: 27 e 28

   Portanto, o que desde o princípio ouvistes, permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também vós permanecereis no Filho e no Pai. E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna.

1ª João 2: 24 e 25

   Paulo, servo de Deus, e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus, e o pleno conhecimento da verdade que é segundo a piedade, na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos, e no tempo próprio manifestou a sua palavra, mediante a pregação que me foi confiada segundo o mandamento de Deus, nosso Salvador.

Tito 1: 1 a 3

   Neste artigo vou falar sobre a vida eterna, veja que ela foi nos prometido pelo próprio Jesus, que o apóstolo João confirmou e que Paulo ratificou dizendo que quem fez a promessa não pode mentir. A vida eterna tem um valor imensurável, inestimável, infinito, Jesus disse que não adiantaria ao homem ganhar todo o mundo e de contrapartida perder a salvação que conduz a vida eterna. Paulo escrevendo aos corintios, deixou claro que seriamos os mais miseráveis dos homens se esperarmos em Jesus Cristo apenas nesta vida.

   Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida?

Marcos 8 ; 36

    Se é só para esta vida que esperamos em Cristo, somos de todos os homens os mais dignos de lástima.

1ª Corintios 15 ; 19

   Definição de vida eterna.

   Expressar humanamente através de palavras o que é a vida eterna é uma tarefa impossível, pois nossa mente finita consegue gerar apenas flashes da eternidade, temos um relato do apóstolo Paulo sobre o terceiro céu, lugar que não foi atingido pelo pecado e que desta forma está originalmente como definida pela mente perfeita de Deus, vamos ao texto.

terceiro ceuterceiro ceu   É necessário gloriar-me, embora não convenha; mas passarei a visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo não sei, se fora do corpo não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até o terceiro céu. Sim, conheço o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei: Deus o sabe), que foi arrebatado ao paraíso, e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir.

2ª Corintios 12 ; 1 a 4

   Veja que Paulo fala aqui do paraíso o qual só será estabelecido para nós na eternidade onde receberemos por fim a promessa de vida eterna,  note que o que foi visto nesta revelação não é licito falar .

   Paulo novamente falando sobre o paraíso deixou claro que o que nos espera os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e sequer penetrou no coração do homem, tamanha é a bença da vida eterna.

   Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.

 1ª coríntios 2: 9

   Podemos observar que muitas pessoas que se aproximaram de Jesus não estavam com interesse em coisas materiais, mas na vida eterna. Vou destacar os casos de Pedro, o jovem rico, o doutor da lei e Nicodemos. Trataremos a seguir sobre quatro diálogos onde pessoas que ao se encontrar com o mestre Jesus indagou-lhe sobre a vida eterna. devemos refletir se estamos fazendo o mesmo que estes quatro personagens e se estamos sujeitos as condições que Jesus impôs a eles. Vamos aos textos: 

Apostolo PedroApostolo Pedro   Pedro:

   Perguntou então Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Somente tu tens as palavras da vida eterna. E nós temos crido e bem sabemos que tu és o Santo de Deus.

João 6 ; 67 a 69

   Se lermos do inicio do evangelho de João ate este episódio veremos que Pedro percebeu muitas qualidades e poderes na pessoa de Jesus, algumas delas.

 

   - Ter onipresença no caso de Natanael. 

   - Transformar a água em vinho nas bodas de caná da Galileia.

   - A coragem de Jesus aos expulsar os mercadores do templo.

   - Curar o oficial do rei.

   - Curar o paralitico de betsaida.

   - Multiplicar pães e alimentar a multidão.

   - Andar sobre o mar.   

 

   Eu penso que pode ter sido mais coisas, mas não vou além do que está escrito, mas quando Jesus perguntou aos discípulos se eles iam se retirar assim como os demais, Pedro não respondeu , não Jesus eu não vou porque o senhor sabe todas as coisas, não porque o senhor transforma os elementos, não porque o senhor é corajoso. Não porque o senhor cura, ou porque anda sobre o mar e sim porque somente o senhor tem as palavras da vida eterna. Que possamos ter a mesma atitude de Pedro, ou seja em relação a promessa que nos foi feita por Jesus. 

   Observando o episódio de Pedro devemos levantar no minimo os três pontos a seguir;

   1º - Será que a igreja está seguindo Jesus pra ver os sinais e receber curas e coisas matérias ou será por causa da vida eterna? 

   2º - Temos quantos Pedros hoje

   3º - E nós quando convidamos alguém para um templo, tentamos despertar nele a vontade de ver sinais e receber bênçãos materiais ou o foco é a vida eterna. 

 

   O Jovem rico.

   E eis que se aproximou dele um jovem, e lhe disse: Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?

   Respondeu-lhe ele: Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é bom; mas se é que queres entrar na vida, guarda os mandamentos.

   Perguntou-lhe ele: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo.

   Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado; que me falta ainda?

   Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me.

   Mas o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste; porque possuía muitos bens.

   Disse então Jesus aos seus discípulos: Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus. E outra vez vos digo que é mais fácil um camelo passar pelo fundo duma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus.

Mateus 19: 16 a 24

   Veja que o jovem não procurou de Jesus como ter uma boa saúde, paz na família, honra, dinheiro, mas como conseguir a vida eterna.  Jesus impôs condições a ele e este virando as costas para o mestre, retirou-se. Será que estamos procurando a mesma coisa de Jesus e estamos dispostos a fazer o sacrifício ou estamos virando as costas para o mestre ?  

 

   O doutor da lei. 

   E eis que se levantou certo doutor da lei e, para experimentá-lo, disse: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? 

   Perguntou-lhe Jesus: Que está escrito na lei? Como lês tu?

   Respondeu-lhe ele: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.

   Tornou-lhe Jesus: Respondeste bem; faze isso, e viverás.

   Ele, porém, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: E quem é o meu próximo? ( seque a parábola do bom samaritano )

Lucas 10: 25 a 29

    É nítido que o interesse era o mesmo e Jesus novamente exige condições. Só que no lugar de abandonar as riquezas ele pediu para a pessoa que além de outras coisas amasse também o seu próximo, será que estamos cumprindo os mesmos mandamentos e ainda amamos o próximo como a nós mesmo ? Será que temos com os nossos semelhantes as mesmas atitudes daquele jovem samaritano descrito por Jesus na parábola do bom samaritano. 

   Nicodemos.

   Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.

   Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.

   Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?

   Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te haver dito: Necessário vos é nascer de novo.

João 3: 1 a 7

 Nicodemos era um renomado religioso da sua época, mas ainda sequer tinha noção de como herdar a vida eterna que ouvira Jesus falar aos seus seguidores, mas Jesus conhecendo os anseios de Nicodemos, se adianta e expõe para ele alguns pontos sobre esta promessa. Nos versos 3 e 5 Jesus cita o reino de Deus, que se tornará pleno em nossas vidas somente na eternidade quando satanás for destruído ou preso para sempre e veja que desta vez Jesus pegou pesado. Ele não pede para deixar as riquezas, amar os próximo ou cumprir outras coisas, ele pede uma coisa ate então nova. Nascer de novo. E deixa esta condição como sentença a todos nós’ se não nascer de novo não entra ‘’. Novo nascimento não é entrar na barriga da mãe novamente como pensava Nicodemos e sim ter uma nova natureza e uma nova mente. A natureza divina e a mente de cristo. 

   O apóstolo Pedro, seguindo os ensinos de Jesus, cita em sua primeira carta que Deus nos gerou de novo, deixando claro que é exigido de nós um novo nascimento para que possamos entrar no reinos dos céus e consequentemente salvar as nossas almas, vamos ao texto.

   Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, incontaminável e imarcescível, reservada nos céus para vós, que pelo poder de Deus sois guardados, mediante a fé, para a salvação que está preparada para se revelar no último tempo; na qual exultais, ainda que agora por um pouco de tempo, sendo necessário, estejais contristados por várias provações, para que a prova da vossa fé, mais preciosa do que o ouro que perece, embora provado pelo fogo, redunde para louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo; a quem, sem o terdes visto, amais; no qual, sem agora o verdes, mas crendo, exultais com gozo inefável e cheio de glória, alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas.

1ª Pedro 1: 3 a 9 

   Será que realmente nascemos de novo, temos uma natureza nova e uma nova mente. Estamos sendo guiados pelo espírito de Deus. Será que participar de uma igreja recebendo bênçãos como cura, bens materiais, libertação de demônios ou ate mesmo sendo o agente usado por Deus para efetuar estas bênçãos dá direito á vida eterna?

   De que adianta termos tudo e não ter a salvação ou dar tudo aos filhos e não criar condições e educá-los pra serem salvos ou ficar falando que o evangelho é benção matérias e as pessoas ficarem atrás disso e não se preocupar com a eternidade.

   Selecionei quatro textos do evangelho de João onde Jesus nos faz esta tão grande a maravilhosa promessa.

   Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna........  Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida......... Porquanto esta é a vontade de meu Pai: Que todo aquele que vê o Filho e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia........ eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão.

João 3 ; 16... 5 ; 24... 6 ; 40 e 10 ; 28

   Sonho um dia ouvir vivenciar e fazer parte desta profecia que nos foi feita pelo amado mestre Jesus.

   Ele enxugará de seus olhos toda lágrima...... e não haverá mais morte.......  nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

Apocalipse 21 ; 4

   Quero dividir aqui um estudo intitulado cinco passos para a eternidade, nele abordo alguns pontos cruciais para que possamos alcançar a vida eterna.  Este áudio foi gravado no ano de 2014 no ministério Sarça Ardente no estado de Pernambuco, igreja esta que se encontra aos cuidados do nobre pastor Evaldo. Para ouvir clique aqui.   

   Por fim, dirijo a todos o mesmo conselho que o apóstolo Paulo deu a Timóteo. 

   Peleja a boa peleja da fé, apodera-te da vida eterna, para a qual foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.

1ª Timóteo 6: 12

  Que o Espírito Santo nos guie rumo a eternidade, fiquem na paz.

 

   Edigar Caires Lima.